Nos últimos anos, surgiu uma ampla e diversa gama de produções internacionais de narrativas interativas não ficcionais, que utilizam mídias digitais e exploram a transversalidade de linguagens e plataformas. Acontecem em um território híbrido, entre reportagem na web, documentário, arte interativa, netart, games, instalação. Têm sido chamadas de webdocumentário, documentário interativo, living documentary. Em parte, essas obras têm sido reconhecidas em festivais internacionais de documentário, como o IDFA, e incorporadas à pesquisa acadêmica em centros de referência internacional, como o MIT Open Documentary Lab. No Brasil, algumas obras surgiram nos últimos anos, mas a produção artística e a pesquisa acadêmica ainda não têm acompanhado esse cenário promissor. Este ensaio apresenta aproximações ao cenário brasileiro contemporâneo de documentários interativos, orientado pela perspectiva de uma estética relacional, que vem sendo desenvolvida pelos autores em um projeto de pesquisa mais amplo sobre o campo.

PAZ, André ; SALLES, J. (2015), Brasil, mostra a sua cara: Aproximações ao cenário brasileiro de documentários interativos. Doc On-Line: revista digital de cinema documentário , v. 18, p. 130-165.

 
Lien vers l’article : http://www.doc.ubi.pt/18/dossier_5.pdf

mars 16, 2018

Laisser un commentaire